ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO E CONTROLE DE INFECÇÃO DE NEONATOS: REVISÃO INTEGRATIVA

Autores

  • Roberto Nascimento de Albuquerque Centro Universitário de Brasília
  • Caroline Bezerra Centro Universitário de Brasília
  • Thaís Martins Centro Universitário de Brasília
  • Carla Santos Silva Centro Universitário de Brasília
  • Pedro Henrique Ramos Centro Universitário de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.53740/rsm.v10i2.233

Palavras-chave:

Controle de Infecções, Recém-Nascido, Cuidados de enfermagem

Resumo

Mundialmente, o número de mortes entre neonatos foi de 2,4 milhões em 2019, ocorrendo aproximadamente 7.000 mortes por dia. Neste mesmo ano, o Brasil apresentou um registro de 24.504 óbitos de neonatos por causas evitáveis. Os enfermeiros desempenham importantes ações no cuidado de neonatos nascidos em qualquer condição gestacional, sejam eles saudáveis ou com infecção congênita ou adquirida. Nesse contexto, o objetivo deste estudo foi identificar ações de saúde desenvolvidas pela equipe de enfermagem na prevenção e controle de infecção de neonatos. Tratou-se de uma revisão integrativa de literatura nas bases de dados eletrônicas LILACS, BDENF e MEDLINE, com artigos publicados entre 2011 a 2021, disponíveis na íntegra, em português, inglês e espanhol.  Inicialmente foram encontrados 386. Após a aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, foram selecionados 15 artigos para comporem a discussão deste artigo. Importantes ações da equipe de enfermagem foram demonstradas, destacando-se a lavagem das mãos, a utilização de proteção pessoal, os cuidados com a pele e para a implantação de cateteres centrais, orientações relacionadas à amamentação e os cuidados envolvendo a participação dos pais. Conclui-se que os enfermeiros neonatais realizam intervenções de alta complexidade, além de atuar na prevenção e promoção à saúde. Trabalhos educativos continuados para seu aperfeiçoamento é importante visando atualizar e melhorar a qualidade e segurança do cuidado de enfermagem.

Biografia do Autor

Caroline Bezerra, Centro Universitário de Brasília

Graduada em Ciências Biológicas. Mestre em Imunologia. Doutora em Ciências Genômicas e Biotecnologia. Graduanda em Enfermagem pelo Centro Universitário de Brasília (CEUB), Brasília, DF, Brasil.

Thaís Martins, Centro Universitário de Brasília

Graduanda em Enfermagem pelo Centro Universitário de Brasíllia (CEUB), Brasília, DF, Brasil.

Carla Santos Silva, Centro Universitário de Brasília

Graduanda em Enfermagem pelo Centro Universitário de Brasíllia (CEUB), Brasília, DF, Brasil.

Pedro Henrique Ramos, Centro Universitário de Brasília

Graduando em Enfermagem pelo Centro Universitário de Brasíllia (CEUB), Brasília, DF, Brasil.

Arquivos adicionais

Publicado

2021-10-08

Como Citar

Nascimento de Albuquerque, R., de Andrade Bezerra, C., Caetano Martins, T. K. ., Santos Silva, C. A. ., & da Silva Ramos, P. H. . (2021). ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO E CONTROLE DE INFECÇÃO DE NEONATOS: REVISÃO INTEGRATIVA. EVISTA SAÚDE ULTIDISCIPLINAR, 10(2). https://doi.org/10.53740/rsm.v10i2.233